5 vírus perigosos que você precisa conhecer

A febre do Ebola, que tem se espalhado por alguns países do continente africano, é o caso mais atual da disseminação de um vírus perigoso e da falta de preparo mundial para combatê-lo. É nesse sentido que conhecer os vírus e os sintomas de doenças letais se torna importante para a prevenção e o diagnóstico. O estudo desses organismos reflete na transmissão de conhecimentos que podem definir as chances de tratamento – seja através de vacinas ou remédios – e combater epidemias.

Em amarelo, países com evidência serológica. Em salmão, países com registros de casos em humanos. Em laranja, registro de focos de febre de Ebola hemorrágica.

Em amarelo, países com evidência serológica. Em salmão, países com registros de casos em humanos. Em laranja, registro de focos de febre de Ebola hemorrágica.

Na busca desse conhecimento, selecionamos 5 vírus que estão entre os mais perigosos do mundo, para desvendar um pouco sobre seus sintomas, diagnóstico e prevenção. Conheça um pouco sobre o histórico dessas doenças:

HANTAVÍRUS

Transmitido por roedores, o hantavírus causa infecções como febre hemorrágica viral, febre hemorrágica com síndrome renal e, a mais preocupante de todas: a síndrome pulmonar. Portanto, sentir febre, calafrios, mal estar, problemas respiratórios e dores abdominais pode ser um indicativo da primeira fase de atuação do vírus. Quanto antes o diagnóstico, mais eficaz pode ser o tratamento, uma vez que não há formas de cura específicas.

Esquema de transmissão do vírus

Esquema de transmissão do vírus

 

MARBURGO

A história do vírus de Marburg está um pouco conectada com a do Ebola, uma vez que é uma zoonose de origem desconhecida e tiveram seus focos na mesma região geográfica – Uganda e Quênia. A doença é responsável, inicialmente, por um ataque de febre súbito, dores de cabeça e mialgia. As preocupações com o vírus são grandes, uma vez que a taxa de fatalidade gira em torno dos 80%. Com a propagação do Ebola, alguns cientistas da Universidade do Texas desenvolveram um medicamento que trata o Marburgo em macacos.

O primeiro registro da doença aconteceu na cidade alemã de Marburg

O primeiro registro da doença aconteceu na cidade alemã de Marburg

CORONAVÍRUS

Causador de uma síndrome respiratória grave, o coronavírus é famoso por suas variações altamente agressivas e letais. É sabido que a transmissão pode acontecer de homem para homem e não há vacinas contra este vírus.

Desde 2012, mais de 50 casos e 30 óbitos foram atribuídos a essa doença

Desde 2012, mais de 50 casos e 30 óbitos foram atribuídos a essa doença

MACHUPO

Também conhecido por Tifo negro ou febre hemorrágica boliviana, o Machupo causa febres fortes, dores de cabeça, fatiga, mialgia e sangramento nasal. A identificação da doença é complicada por se assemelhar aos outros sintomas de arenavirus. O tratamento geralmente acontece na unidade de tratamento intensivo.

O Machupo também é uma doença transmitida por ratos

O Machupo também é uma doença transmitida por ratos

GRIPE AVIÁRIA

A gripe aviária surgiu na Ásia, e os dados apontam que 50% das pessoas que contraíram a doença morreram. O vírus, que causa uma infecção em aves, pode sofrer mutações e infectar humanos. Tosse, diarreia, febre, corrimento nasal e mal-estar são alguns dos sintomas que, caso identificados, devem ser relatados ao médico. O tratamento geralmente é feito com antivirais – Tamiflu e Relenza – e uma vacina de prevenção já foi desenvolvida.

Primeiro caso da gripe, em humanos, foi registrado em Hong Kong, em 1997

Primeiro caso da gripe, em humanos, foi registrado em Hong Kong, em 1997

Quer saber mais a respeito? Temos este livro para você aprofundar seus conhecimentos!

gripes-e-resfriados