A importância da vacina contra Poliomielite

A poliomielite é uma doença infecto-contagiosa aguda, que pode levar à paralisia parcial ou total. No início do século, por volta de 1910, a pólio se tornou epidêmica e apesar de ser conhecida por muitos como paralisia infantil, ela pode ser transmitida tanto para crianças quanto para adultos.

Hoje, graças a vacina, a Poliomielite foi erradicada dos países desenvolvidos. Porém, ela ainda é recorrente em alguns países da África e da Ásia. No Brasil, o Governo Federal faz uma campanha de imunização anualmente contra a pólio, para crianças de 6 meses até 5 anos incompletos.

Um grande problema, que preocupa as autoridades brasileiras, é que durante as campanhas, amplamente divulgadas, muitos pais deixam de vacinar seus filhos, às vezes, por desconhecer o sofrimento que a doença pode causar tanto para o enfermo quanto para sua família.

No texto de hoje vamos falar sobre a Poliomielite e, é claro, sobre a importância da vacinação contra a doença. Venha conferir!

A poliomielite

A poliomielite é uma doença contagiosa aguda, causada pelo Poliovírus (sorotipo 1,2 e 3), vírus que vive no intestino. A pólio é uma enfermidade viral, que pode afetar os nervos e causar paralisia parcial ou total.

A infecção é feita por via fecal-oral, ou seja, sua transmissão ocorre através do contato direto das fezes ou com secreções que saem pela boca da pessoa infectada. Assim, o vírus começa e penetra na garganta ou nos intestinos. A partir destes pontos, se espalha para a corrente sanguínea e pode alcançar até mesmo o cérebro.

A poliomielite ficou muito conhecida como paralisia infantil, pois quando ainda era epidêmica, a doença se manifestava principalmente em crianças de até quatro anos de idade. Por atacar o sistema nervoso, a infecção faz com que o paciente perca a força muscular e o reflexo, além de destruir os neurônios motores.

POLIOMIELITE-PARALISIA-INFANTIL

Sintomas

Os sintomas da poliomielite são muito difíceis de serem detectados, pois eles são os mesmos de outras doenças virais respiratórias, como gripe, febre, dores de garganta, ou infecções intestinais, como vômito, dores no abdômen e prisão de ventre.

O período de incubação da doença geralmente ocorre de sete a doze dias. A paralisia costuma afetar principalmente os membros inferiores. Em alguns casos, quando as células dos centros nervosos sãos infectados, a pólio pode ser mortal.

 Vacina

A vacina contra Poliomielite foi desenvolvida na década de 1950. Para reduzir os grandes números e o caos em escala global que a doença estava causando, uma grande ação foi feita, apoiada pela Organização Mundial da Saúde, o Rotary International e o UNICEF.

Em 1988, a Organização Mundial da Saúde iniciou um programa de erradicação global da poliomielite. Até então, o resultado é muito expressivo em países desenvolvidos. A OMS erradicou a doença definitivamente das Américas em 1994 e na Europa em 1999.  O último caso diagnosticado de poliomielite foi em 1990.

O Brasil, uma das nações referência no quesito vacinas, realiza campanhas de vacinação gratuita todos os anos, para crianças de 6 meses até seus 5 anos incompletos.

Caso você tenha uma criança em casa que ainda não foi vacinada contra a Pólio, não perca tempo e vá até a unidade de saúde mais próxima. Tem alguma dúvida? Deixe o seu comentário aqui.