Cães podem detectar câncer de pulmão com o olfato

Os cachorros conseguem detectar o câncer de pulmão pelo cheiro do hálito de uma pessoa doente. Segundo uma pesquisa austríaca, o olfato desenvolvido dos cães pode ajudar na criação de um “nariz eletrônico”. O aparelho poderia ajudar no diagnóstico precoce da doença e, possivelmente, aumentando a qualidade de vida dos pacientes.

No estudo, os cães analisados sentiram o cheiro de 120 amostras de hálito de pessoas doentes e saudáveis. Em 70% dos casos, eles conseguiram identificar as pessoas que sofriam com câncer de pulmão.

De acordo com Peter Errhalt, chefe do departamento de pneumologia do hospital de Krems (nordeste da Áustria) e um dos autores da descoberta, o resultado é muito positivo e já está previsto um novo estudo com duração de dois anos e amostras de 1200 pessoas.

Esse estudo austríaco só comprova outros testes realizados nos EUA e na Alemanha. Agora, o objetivo é determinar quais são os odores que os cães são capazes de detectar. Com isso, um aparelho para diagnosticar o câncer de pulmão poderá ser construído.

(Com informações da Veja e da agência France-Presse)