DIA COMBATE AIDS

Dia 1° de dezembro – Dia Mundial de Combate à Aids

Dia 1° de dezembro é celebrado o Dia Mundial de Combate à Aids (sigla em inglês para Síndrome da Imunodeficiência Adquirida). Essa data foi estabelecida pela Assembleia Mundial da Saúde, em 1987, com o apoio da Oganização das Nações Unidas (ONU). No Brasil, a data é adotada desde 1988. Nesse dia, são realizadas ações em diversos países, visando a conscientização da importância de se combater o vírus do HIV.

Uma das ideias que a data busca promover é o sentimento de solidariedade entre os infectados pelo vírus, além do combate ao preconceito. De fato, por falta de informação, muitas pessoas acabam sendo discriminadas. Daí a importância de se compartilhar informações corretas, que busquem derrubar mitos sobre a doença.
combate a aids

O vírus HIV foi identificado há mais de 30 anos. Ele surgiu na República Democrática do Congo e se espalhou pelo mundo na década de 1980. Atualmente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, em todo o planeta, existam 33 milhões de pessoas que convivem com o vírus e que diariamente surjam 7,5 mil novos casos.

Reação do Vírus

O vírus do HIV é perigoso e letal por diversos motivos. Um deles é a possibilidade de o agente ficar “hibernado” por até 10 anos sem provocar danos graves, uma vez que o sistema imunológico busca controlar seus ataques. Entretanto, quando o HIV ataca, diversos sintomas começam a preocupar: febre alta, diarréia constante, crescimento dos gânglios linfáticos, erupções na pele e perda de peso. Caso o vírus não seja diagnosticado e controlado, várias doenças flagelam o paciente: pneumonia, alguns tipos de câncer, problemas neurológicos e até perda de memória.

O vírus HIV pode levar até 10 anos para se manifestar

O vírus HIV pode levar até 10 anos para se manifestar

Diagnóstico

Outro ponto positivo levantado pela campanha é a conscientização da necessidade de se fazer a testagem para o HIV. Jovens e adultos, que se encontram no período de fertilidade sexual, são o principal alvo desse trabalho. Recomenda-se que procurem um Centro de Testagem e Aconselhamento ou uma Unidade de Testagem Móvel para que o diagnóstico seja realizado.

O processo de verificação da infecção pelo vírus acontece em laboratórios, por meio da realização de testes sorológicos e moleculares. No Brasil, esse procedimento é regulamentado pela Portaria 29, que aprovou o Manual Técnico para o Diagnóstico da Infcção do HIV em Adultos e Crianças.

Tratamento

Um dos principais problemas da doença é que cerca de  70% dos infectados no mundo não tem acesso ao tratamento. O tratamento é feito com, entre outras drogas, um antirretroviral chamado Sulfato de Atazanavir. O Atazanavir é utilizado no início do tratamento. Ele é distribuído pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para cerca de 45 mil pessoas.

O tratamento pelo SUS é feito há 16 anos, garantindo o acesso universal a todos os medicamentos necessários para o tratamento no combate ao vírus HIV. O Brasil é tido como referência mundial. Mas ainda falta muito para que se chegue num nível ideal. O continente africano, onde surgiu o vírus, ainda sofre muito com a falta de tratamento.

Prevenção

O grande desafio proposto pelo Dia Mundial de Combate à Aids é a luta contra a transmissão desse vírus que já atinge 0,5% da população brasileira. A única forma de prevenção, no ato sexual, é o sexo seguro. A camisinha masculina é distribuída gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde brasileiro, e para adquiri-la, vá até o posto de saúde mais próximo da sua casa. Faça sexo com camisinha.