Dia Nacional da Nutrição

Atitude rima com saúde. Hoje, dia 31 de março, é o Dia Nacional da Nutrição e é uma excelente oportunidade para conscientizar a população para a importância de criar bons hábitos de alimentação. Uma dieta equilibrada e completa deve ter carboidratos, proteínas, lipídios, vitaminas, fibras e minerais. Todos estes componentes são fundamentais para o bom funcionamento do organismo.

Faça do alimento seu medicamento. Alimentação saudável aumenta a qualidade de vida: desenvolver o corpo e a mente e fortalece as defesas do organismo.

foto1

7 passos para uma alimentação saudável:

  1. Aumente e varie o consumo de frutas, legumes e verduras: Recomenda-se o consumo de 5 porções ao dia.
  2. Reduza o consumo de alimentos gordurosos e embutidos: Frituras, salgadinhos, salsicha e embutidos contêm muita gordura e devem ser consumidos no máximo 1 vez por semana.
  3. Reduza o consumo de sal. 
  4. Não pule refeições: Faça pelo menos 3 refeições e 1 lanche por dia.
  5. Reduza o consumo de álcool e refrigerantes.
  6. Reduza o consumo de doces: tente substituir os bolos, biscoitos e outros alimentos ricos em açúcar por frutas. Limite a ingestão para no máximo 1 vez por semana.
  7. Beba água: Água ajuda na filtração renal, na eliminação das toxinas da alimentação, hidrata pele, cabelo e melhora o funcionamento do intestino. O consumo necessário varia de acordo com o organismo, mas cerca de 1.5L por dia é uma boa média para se basear.

 

foto2

Quanto mais colorido, melhor: Prato saudável e equilibrado.

Hábitos de alimentação brasileiros

O padrão alimentar brasileiro não é o ideal. As diversas regiões do país possuem hábitos variados, mas uma pesquisa realizada com 54.367 pessoas, pelo Ministério da Saúde, em 2010, provou que a população não segue a pirâmide alimentar e o nível de nutrição adequada no país mudou para pior. Os alimentos que mais contribuíram para isto foram:

  1. Muita carne vermelha gordurosa.
  2. Comidas industrializadas e semiprontas.
  3. Baixa ingestão de fibras.
  4. Diminuição na ingestão de feijão.
  5.  Maior ingestão de refrigerantes e sucos artificiais.

 

Reeducação Alimentar

                Não faça regimes absurdos. O certo é comer de tudo um pouco, de forma moderada. Dê preferência a alimentos frescos e naturais. Aprecie sua refeição, coma devagar e de maneira consciente. A última e talvez melhor dica: se você não consegue pronunciar os ingredientes contidos em determinado produto… Ele não deve ser lá muito bom para sua saúde! Valorize o natural. A qualidade da sua nutrição depende de você.

Quer saber mais a respeito? Temos uma seleção de livros para você aprofundar seus conhecimentos!