enfermeiro

Enfermeiro: o que faz este profissional e como se tornar um?

Você já parou para pensar no que faz exatamente um enfermeiro? Essa questão é pertinente, uma vez que para muitas pessoas não está claro o papel exercido por esses profissionais.
Um engano comum é simplesmente ver os enfermeiros como ajudantes passivos dos médicos. Pois saiba que a enfermagem, por si só, é uma ciência. É importante esclarecer também que as atividades identificadas como essa área da saúde são executadas por diferentes profissionais. Entenda com esse artigo, o que faz o enfermeiro e como é possível se tornar um.
Quer conhecimentos mais detalhados sobre enfermagem? Você pode conferir o que a Livraria Florence possui sobre o tema. Há livros para todos os tipos de leitores. Desde aqueles que procuram uma informação mais básica – até os que precisam se aprofundar na área em que já atuam ou estudam.
  • O que faz o enfermeiro e como ele é capacitado?
Primeiro, vamos fazer algumas distinções. No contexto hospitalar ou ambulatorial há três profissionais que atuam junto aos médicos. O enfermeiro, o técnico de enfermagem e o auxiliar de enfermagem. O primeiro, nosso grande interesse, precisar ser graduado no curso superior de enfermagem. O diferencial da sua formação estará na capacidade de lidar com pacientes cujo estado se mostre grave e complexo.
Ele ainda pode exercer o seu cargo de forma gerencial e administrativa. Elaborando, por exemplo, rotinas e procedimentos importantes para a organização da instituição de saúde; também confirmando o agendamento de cirurgias e a organização de salas; ou até mesmo dando o seu parecer especializado na hora da compra de materiais. Além de tudo isso ele ainda vai praticar atividades de rotina, como colher exames, aplicar medicações e auxiliar em cirurgias.
Técnicos e auxiliares de enfermagem, por sua vez, possuem uma formação técnica no lugar do curso superior. Nesse caso são dois anos de estudos. Embora esse profissional possa lidar com pacientes complexos, em muitas situações, sua atividade deverá ser supervisionada pelo enfermeiro. O auxiliar estará mais ligado à execução de atividades de rotina e também vai demandar supervisão.
Voltando aos enfermeiros, suas áreas de atuação não se resumem ao âmbito hospitalar geral. Ele pode escolher como alternativa trabalhar com foco em emergência, ou seja, no atendimento de pacientes urgentes. Os procedimentos aqui demandam não apenas rapidez, mas uma boa preparação e organização dos equipamentos necessários. São cuidados que devem ser tomados antes mesmo que os pacientes cheguem ao socorro.
Esse profissional pode atuar ainda nos centros cirúrgicos. É onde ele vai preparar os pacientes para os procedimentos e também auxiliar os médicos cirurgiões. O enfermeiro é o responsável também por esterilizar e organizar os materiais a serem utilizados. Outra assistência comum é na área de obstetrícia, que pode acontecer desde o acompanhamento pré-natal até o momento do parto.
Fora do ambiente hospitalar temos os enfermeiros de resgate. Eles vão fazer parte de equipes de salvamento e se deslocar até o local do acidente. Serão esses profissionais os responsáveis por aplicar as medidas de primeiros socorros. Também é sua função definir como transportar da melhor forma os pacientes para o hospital.
Podemos citar ainda o enfermeiro de atendimento domiciliar. O home care é uma prática que tem por objetivo diminuir o tempo de internação e os riscos de infecção hospitalar. Além de aplicar todas as rotinas comuns à sua função, o profissional de enfermagem vai orientar os familiares, especialmente quanto à melhor forma de cuidar do paciente em sua ausência.
enfermagem3
  • Como se tornar um enfermeiro
Sendo uma área regulamentada por lei, a enfermagem traz algumas regras a serem observadas por quem deseja seguir a carreira. Primeiro, o profissional deve se graduar como bacharel em enfermagem em uma instituição de ensino superior registrada pelo MEC. Depois de formado o enfermeiro deverá buscar registro junto ao Coren – o Conselho Regional de Enfermagem. Com esse registro profissional em mãos você finalmente estará apto a exercer a função de enfermeiro.
Estão respondidas assim, as perguntas colocadas no início do nosso texto. Agora você já sabe bem o que faz um enfermeiro e como você pode se tornar um.