EUA aprovam adesivo corporal para tratar enxaqueca

Um adesivo corporal (patch) utilizado para o tratamento de enxaquecas foi aprovado pelo Food and Drug Administration (FDA), órgão de saúde dos Estados Unidos, que regulamenta alimentos e medicamentos. O produto funciona com uma bateria e libera no organismo do paciente o sumatriptano, uma substância indicado para eliminar fortes dores de cabeça. O remédio será comercializado, nos EUA, entre outubro e dezembro e o preço pode chegar a 90 dólares. No Brasil, o produto pode chegar só em 2014 pela bagatela de quase 200 reais.

O sumatriptano é muito eficaz em reduzir as dores de cabeça, enjoos e sensibilidade à luz o a sons. A novidade não está na substância, mas na forma adesiva, que elimina a absorção pelo sistema digestivo.

Segundo a empresa criadora do produto, Zecuity, o adesivo deve ser colado sobre a perna ou braço. Depois, basta apertar um botão para que o medicamento seja fornecido ao organismo. No total, são liberados 6,5 miligramas de sumatriptano em, aproximadamente, cinco horas. Uma luz acende quando o adesivo começa a funcionar e se apaga quando a substância chega ao fim.

Pesquisa

O FDA aprovou o adesivo a partir dos resultados de um estudo feito com 800 pacientes. Nele, 18% das pessoas que utilizaram o Zecuity não sentiram mais nenhuma dor de cabeça após duas horas e 50% afirmaram que as dores diminuíram — entre os pacientes que usaram um adesivo contendo placebo, essas taxas foram de 9% e 29%, respectivamente. Além disso, o adesivo contendo sumatriptano aliviou as náuseas em 84% dos indivíduos que usaram o produto. A melhora ocorreu em 63% dentre aqueles que receberam placebo.

Os efeitos colaterais mais comuns do Zecuity foram dores, formigamentos e desconforto no local da aplicação. As informações sobre o adesivo ressaltam que pacientes com histórico de doenças cardíacas não devem fazer uso do patch.