Gastronomia: saiba como escolher o vinho que mais combina com a comida

O vinho é uma das bebidas mais cultuadas no mundo. Suave o suficiente para ser apreciada com alimentos, mas robusta o bastante para ter um gosto marcante e único, o fermentado de uvas é consumido no mundo todo com os mais diversos pratos. Há vinhos para todo tipo de ocasião, bem como há alimentos para se combinar com todo tipo de vinho. Neste texto, falaremos sobre qual vinho combina melhor com a comida, em diferentes pratos.

Importante ressaltar que a combinação de vinhos e pratos não deve ser feita de maneira aleatória. É indicado que se escolham pratos que realçam as características e sabores do vinho, e vice-versa. Se você é um apreciador de vinhos e boa gastronomia, mas ainda é iniciante nas combinações, não perca este artigo!

Harmonização

Agora falaremos sobre cada tipo de vinho e os alimentos com os quais eles mais combinam. Conforme se avança na arte da gastronomia, podem-se experimentar novos sabores e harmonizações.

Frisantes e espumantes

Este tipo de bebida é leve e costuma ter sabor adocicado. Muito usadas para brindes e comemorações, os frisantes e espumantes podem ter uma combinação bastante harmoniosa com pratos de entrada. Petiscos e saladas são boas pedidas e, em alguns casos, também podem combinar com sobremesas e frutas.

Vinho rosé e branco

Também leves, estes vinhos são mais indicados para consumo harmonizado com peixes, saladas e entradas. Frutos do mar, queijos moles e massas com molho branco também são uma ótima combinação.

Vinho tinto

Esta bebida, de coloração bordô muito marcante, tem sabor acentuado e mais consistente. Por isso, ela combina melhor com alimentos mais pesados, como carnes vermelhas, queijos duros e macarrão com massas à base de tomate.

Mais detalhes: carnes vermelhas cozidas na panela, ou peças de carnes leves e com pouca gordura são mais compatíveis com bebidas também leves, de sabor menos marcado: Merlot e Pinot Noir são bons exemplos.

Se a sua carne é mais intensa em peso e sabor, como um bom churrasco ou uma suculenta e gordurosa picanha, vinhos leves vão ficar sem gosto diante de tanto sabor. Por isso, bebidas mais pesadas são a melhor opção: Tannats, Cabernets ou Syrahs.

Alimentos ácidos

A acidez de determinados alimentos é um ótimo elemento para se harmonizar com vinhos. Para que o resultado seja saboroso, é importante que a bebida escolhida também seja ácida, ou seu sabor irá se perder no meio do alimento.

Práticos amargos

A lógica é a inversa se o seu prato tiver alimentos amargos. Combinar vinhos amargos pode resultar em um sabor nada palatável. Por isso, ao se alimentar de pratos amargos, prefira vinhos brancos ou vinhos tintos menos amargos.

Pratos picantes

Evite consumir vinhos ácidos ou com alto teor alcoólico se o prato escolhido por você tiver um sabor picante. Essa combinação pode realçar o gosto de álcool ou deixar o prato ainda mais ardido. Prefira vinhos doces ou com menor teor alcoólico.

Clique aqui, acesse o nosso site e saiba mais!!