livraria-florence-outurbo-rosa

Outubro Rosa na luta contra o câncer de mama

O Outubro Rosa é um movimento que nasceu em 1990 nos Estados Unidos com o intuito de chamar a população para participar na luta contra o câncer de mama. Com a força que a Campanha tomou, a ação é cada vez mais divulgada, com o apoio de governantes, empresas e a população, unindo todos em uma só causa.

Com muito esforço, outubro passou a ser o mês mundial pela prevenção do câncer de mama.

A data é celebrada todos os anos e o seu o objetivo ainda é conscientizar o maior número de pessoas sobre o câncer de mama, passando informações desde a prevenção até os tipos de tratamento da doença.

A principais lutas

Trazer o câncer de mama para o debate público é sem dúvida o propósito principal do outubro rosa. A divulgação é extremamente importante para melhorar a conscientização da população.

O Câncer de Mama é um assunto que pode causar algumas perguntas. Com isso, há também muitas histórias sobre a doença e os seus exames. Um dos objetivos da campanha é desvendar os mitos e abordar as verdades sobre a prevenção e detecção precoce deste tipo de câncer.

Tirar todas as dúvidas sobre a mamografia de rastreamento, mostrando os seus benefícios e riscos para que a mulher tenha segurança sobre realizar o exame.

O Outubro Rosa apoia muito as mulheres que já detectaram o câncer e estão lutando contra ele.

shutterstock_313903079

Outubro Rosa no Brasil

No Brasil, a causa começou a ganhar forças e visibilidades, principalmente entre os órgãos de saúde, assim como governos federais, estaduais e municipais, além de muitas instituições e ONGs.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o que mais atinge as mulheres no país, com mais de 57 mil novos casos estimados só no ano de 2014. Este é o tipo de câncer que mais atinge mulheres aqui. Por isso, esta é uma campanha tão importante e que deve ser levada muito a sério.

unnamed (6)

Quer participar? Acredite, a informação é a sua melhor amiga. Leia muito sobre o câncer de mama, repasse o assunto para o máximo de pessoas que você puder e principalmente, você, mulher, visite o médico ginecologista regularmente. Cuide-se.

Qualquer dúvida ou sugestão, deixe o seu comentário aqui.