voce-nao-precisa-tomar-2-litros-de-agua-por-dia

Você não precisa tomar dois litros de água por dia

A água, principal componente químico do corpo, exerce diversas funções essenciais em nosso organismo. Esse líquido tão fenomenal é responsável por manter nosso sangue em circulação, controlar nossa temperatura e permitir várias reações químicas que ocorrem sem parar dentro da gente.

beber-agua

Com 60% do nosso peso constituído dela e gastando aproximadamente 2,5 litros pela respiração, urina e suor, por exemplo, precisamos repor água a todo o momento para não desidratar, mas sem exagero para não ter um quadro de intoxicação de água. Afinal, dois litros de água é o suficiente?

O mito dos dois litros

o-mito-dos-dois-litros-de-agua-por-dia

O tão repetido cálculo dos dois litros de água (ou 6 a 8 copos) para se ter saúde é, na verdade, um infeliz engano. Você não precisa medir seu consumo de água diário para manter seu organismo em pleno funcionamento e com bem-estar mais elevado do que se bebesse um litro de água, por exemplo.

É importante dizer que não existem evidências científicas que comprovam a ideia de uma quantidade certa de consumo para que a necessidade do líquido seja suprida em todos os seres humanos.

beba-agua

Na verdade, a quantidade varia muito entre cada um. Fatores como clima, alimentação, atividade e metabolismo são alguns dos quesitos que ditam se uma pessoa deve ou não consumir mais ou menos água por dia.

Isso não quer dizer que a regra dos dois litros esteja completamente errada. O certo é pensar no comportamento do organismo nas várias situações diárias, onde o corpo demonstra necessidades diferentes para mais ou para menos líquido.

Vale ressaltar que a água não precisa ser consumida apenas líquida, já que outras bebidas ou mesmo alimentos como frutas (melancia e laranja, por exemplo) podem manter um equilíbrio consistente entre o gasto e o consumo desse bem tão precioso.

Funcionamento

O órgão responsável por controlar a quantidade de água em nosso corpo é o rim. Quando ele percebe mudanças no volume de líquidos, passa a eliminar mais ou menos água na urina.

rim

Dessa forma, mesmo que nosso consumo de água esteja baixo ou exagerado, os rins vão manter o volume equilibrado.

 

Então, qual volume de água preciso consumir?

o-quanto-de-agua-devo-consumir

Confie na sua sede. A sensação de sede é um aviso do cérebro para mostrar a necessidade de água no corpo, onde o seu volume reduziu e as células começaram a desidratar. Além disso, o cérebro ainda libera hormônios que estimulam os rins a reter água.

Por isso, quando esse mecanismo funciona, você pode consumir o volume de líquido que suprir sua sede. Podem ser dois litros de água ou até menos.

Entenda o seu dia a dia e verifique a necessidade maior em casos como a prática de exercícios físicos, menor consumo de alimentos e alertas do organismo como diferenças na urina. Neste último caso, procure seu médico.

Outros casos que necessitam de um maior consumo de água diário são pessoas com tendência a pedras nos rins ou infecções urinárias, assim como crianças e idosos que têm sensação de sede diminuída.

A autorregulação da necessidade líquida pode ocorrer também com pessoas com lesões cerebrais, que necessitam de cuidados especiais quanto à hidratação diária.

Beber água não pode ser uma obrigação. Tampouco deve ser um ato exagerado. Cuide-se e sacie sua sede. Acima de tudo, nunca deixe de beber água.