Retina pode ler braile com implante em cegos

Novo aparelho permite que cegos leiam letras em braile com até 90% de exatidão, mesmo sem o uso dos dedos. O Argus II é um dispositivo criado pela empresa Second Light. Ele filma o ambiente e envia sinais elétricos para a retina. Assim, os pontos que formam letras são vistos. O novo método pode revolucionar o tratamento de doenças degenerativas como a retinite pigmentosa. A técnica consiste em colocar eletrodos na retina para leitura dos pontos, utilizados pelo braile.

Implantado em mais de 50 pacientes, os eletrodos foram decisivos para que muitas pessoas conseguissem ver cor, movimentos e objetos. Entretanto, uma versão do aparelho que não envia sinais em braile complica a leitura. Por isso, os pesquisadores do aparelho acreditam que a melhor forma de comunicação ainda é o braile.

(Com informações de Veja)