Saiba mais sobre a Intolerância à lactose

“Contém Lactose” “Zero Lactose”. Quem nunca viu uma dessas frases destacas nos rótulos? Essa é uma informação que é cada vez mais divulgada devido a intolerância que muitos organismos têm à lactose. Pesquisas já levantaram que no Brasil, 70% das pessoas possuem algum grau de intolerância, seja ela leve, moderada ou grave.

O grande problema é que muitos não se informam devidamente, demorando a descobrir a sua intolerância, ou até mesmo achando que possui alguma doença digestiva grave. Mas afinal, o que é a intolerância à lactose? O que ela faz com o nosso corpo? Qual a melhor forma de tratamento? Venha saber isso e muito mais, no nosso texto de hoje:

O que é?

A intolerância à lactose é um distúrbio digestivo que se dá quando o corpo não consegue digerir o açúcar presente no leite e seus derivados, seja completa ou incompletamente. Isso acontece pela deficiência da produção da lactase, enzima digestiva que quebra e decompõe a lactose.

Há três tipos diferentes de intolerância e elas podem ser total ou parcial:

Congênita: Essa é a forma mais rara da doença, quando ela ocorre por problema genético, ou seja, a criança já nasce com deficiência na produção de lactase.

Primária: Já está é a forma mais comum da intolerância que acontece de forma progressiva, ou seja, a produção de lactase vai diminuindo a partir da adolescência.

Secundária: Este tipo de deficiência acontece quando a produção de lactase é afetada por algum tipo de doença intestinal. Nesses casos a doença pode ser temporária e até mesmo desaparecer quando a doença inicial for controlada.

Sintomas

Os Sintomas da intolerância à lactose ocorrem de trinta minutos a duas horas depois de ingerir leite ou algum dos seus derivados. Os problemas digestivos podem variar, desde gases até diarreia e vômito.

Caso você tenha alguma dúvida se é mesmo intolerante à lactose consulte um gastroenterologista e peça um exame detalhado. Os mais utilizados são, além do teste da intolerância, o teste de acidez nas fezes o teste de hidrogênio na respiração.

Tratamento

A intolerância não deve ser encarada como uma doença, mas sim como uma carência do seu corpo. Por isso, ela pode ser tranquilamente controlada, tomando os remédios indicados pelo o seu médico, para momentos de crises e principalmente, com uma dieta balanceada.

Para fazer uma dieta eficiente e sem precisar excluir totalmente a lactose da sua alimentação, tenha o acompanhamento de um nutricionista, pois é ele quem vai ajudar a perceber qual a quantidade ideal de leite e derivados que você pode ingerir, sem causar nenhum dos sintomas no seu organismo.

sintomas-da-intolerancia-a-lactose

Ser intolerante à lactose não é algo tão preocupante, ou anormal. A atitude fundamental para evitar todos os sintomas é ter controle da sua alimentação. Gostamos de reforçar que excluir totalmente leite e derivados não é a melhor saída, pois o nosso corpo precisa desses nutrientes, principalmente para a boa formação dos nossos ossos.

Caso reste alguma dúvida sobre o assunto, não deixe de comentar aqui!