Saiba tudo sobre o Vírus HPV

As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) são difíceis de ser diagnosticadas, mas fáceis de serem transmitidas. Por isso, a saúde pública tem cada vez mais se preocupado, tanto na evolução de medicamentos e tratamentos dessas doenças, mas principalmente, na conscientização de todos para ter uma vida sexual segura.

O HPV é um vírus muito comum, especialmente em mulheres e pode resultar tanto no aparecimento de verrugas como causar câncer, benigno ou até mesmo maligno. Por ser uma DST silenciosa, muitas vezes sem sintomas, devemos dar muita atenção para a prevenção do HPV. Por isso, no texto de hoje vamos falar sobre esse vírus, tirando todas as dúvidas e até mesmo quebrando tabus, como o da aplicação da vacina em meninas ainda crianças. Venha conferir;

O que é o HPV?

O Papiloma Vírus Humano (HPV) é o nome popular e genérico que inclui um grupo de mais de cem tipos diferentes de vírus. Esta é uma doença sexualmente transmissível (DST) que pode formar verruga na pele, nas regiões oral como lábios, boca, cordas vocais, além de anal, genital e uretra.

O HPV pode se manifestar de várias maneiras e em casos mais graves pode até mesmo causar câncer, principalmente no colo do útero, pênis ou do ânus. O grande problema dessa DST é que nem sempre a mulher sabe que está ou já foi infectada, não podendo tomar as devidas precauções.

Transmissão

Em sua grande maioria, o HPV é transmitido sexualmente. Porém, também existe a possibilidade da transmissão vertical, em que a mãe passa para o feto. Caso a mulher esteja com o vírus, o parto normal não é recomendado.

Diagnóstico

No homem o HPV tem mais facilidade de ser identificado, pois as anomalias aparecem externamente. Já nas mulheres, o diagnóstico pode ser um pouco mais complicado e demorado, pois o vírus pode se espalhar e se alocar no colo do útero.

A melhor forma de diagnosticar o HPV em mulheres é fazendo o Papanicolau. Através do resultado deste teste é possível detectar rapidamente algum tipo de alteração no colo do útero. Este é um importante exame de rotina, que deve ser feito por todas mulheres a partir do início da sua vida sexual. Além disso, pode-se também detectar o vírus por técnicas mais sofisticadas, como a colposcopia, captura híbrida entre outros.

Vacina contra HPV

A vacina contra o Papiloma Vírus tem com intuito principal prevenir o câncer do colo do útero, o terceiro tipo mais recorrente entre as mulheres no Brasil.

Desde 2014 a vacina é distribuída gratuitamente pelo SUS em 3 doses ao ano, para meninas de 9 a 13 anos. A faixa etária pode parecer precoce, mas não é. Isso porque as garotas dessa idade produzem cerca de 10 vezes mais anticorpos, o que proporciona mais proteção a longo prazo.

vacina-contra-hpv

Tratamento

O tratamento do HPV deve ser inteiramente acompanhado por um ginecologista. Ele pode ser feito tanto de maneira clínica, ou seja, apenas com medicamentos, quanto de forma cirúrgica, que são: crioterapia, cauterização química e eletrocauterização.

O HPV é uma doença silenciosa, principalmente nas mulheres. Por isso, não deixe de fazer seus exames ginecológicos de rotina regularmente. Ainda tem alguma dúvida sobre o Papiloma Vírus? Deixe aqui o seu comentário.