terapia-ocupacional

Terapia Ocupacional: uma nova atuação na área de saúde

Talvez você já tenha ouvido falar ou até conheça alguém que atua como Terapeuta Ocupacional, mas talvez você não saiba exatamente o que esse profissional faz, ou ainda não sabe a dimensão e a importância da atuação dele.

A Terapia Ocupacional é uma profissão bem recente, tendo os primeiros registros por volta de 1750 e com o exercício profissional ainda bastante confundido com as áreas de psicologia e fisioterapia. Apesar da proximidade com essas áreas de saúde e de trabalhar também em busca de tratamento, reabilitação e qualidade de vida, a Terapia Ocupacional busca métodos alternativos, confortáveis e significativos ao paciente para desenvolver e readaptar habilidades motoras, cognitivas e educacionais, além de considerar e proporcionar maior atenção às rotinas e as atividades do paciente.

Como pode atuar um T.O?

A Terapia Ocupacional trabalha em linhas de desenvolvimento físico, mental e social. Por isso, o profissional pode se especializar em reabilitação física, em casos de acidentes, amputações ou má formação anatômica. Através de atividades que contenham algum valor significativo e afetivo para o paciente, o Terapeuta Ocupacional visa proporcionar mais autonomia para que ele tenha mais poder ao realizar, sobretudo, as atividades do seu dia a dia. Também é papel do profissional pensar e estruturar equipamentos para tornar essas atividades mais fáceis, como escovas de dente adaptadas, por exemplo.

Também há atuação do profissional em casos de doenças ou transtornos mentais e cognitivos. Nesse caso, a atuação engloba atividades que exercitem mais o raciocínio, a lógica e o pensamento autônomo do paciente. Podem ser trabalhadas atividades como pinturas, dança, jogos e demais atividades que proporcionem estímulos sensoriais e emocionais. Diversos transtornos apresentam melhoras com o acompanhamento ocupacional, como síndrome de Down, depressão, ansiedade, transtornos alimentares e TDH, sobretudo porque envolvem aspectos íntimos dos pacientes e oferecem alternativas menos invasivas de trabalhar as necessidades do paciente.

Em nível social, o terapeuta ocupacional pode atuar em presídios e clínicas de reabilitação, buscando reintegrar o indivíduo às rotinas sociais.

Porque Terapia Ocupacional funciona?

Acima de tudo, a Terapia Ocupacional lança olhares sob novas alternativas de terapia, considerando os aspectos sociais, mentais e físicos do paciente. O tipo de tratamento, a duração e os aspectos envolvidos vão depender da avaliação do profissional, mas em geral a terapia ocupacional é realizada em conjunto com a atuação de outros profissionais da área de saúde.

terapia-ocupacional-nova-atuacao-na-area-da-saude

 

A dedicação do profissional deve ser completa e, em alguns casos, há a imersão do Terapeuta Ocupacional na rotina do paciente, para que sejam feitas adaptações na casa e ambiente de trabalho. Compreender as pessoas em seus contextos de vida e, sobretudo, trabalhando tarefas e atuações que sejam relevantes e proporcionem mais autonomia, resulta em melhor desenvolvimento terapêutico.

Quer saber mais a respeito, temos uma seleção de livros para você aprofundar seus conhecimentos:

Quer saber mais a respeito, temos uma seleção de livros para você aprofundar seus conhecimentos: