Treinamento Funcional: Como ele pode me ajudar?

Quando falamos sobre praticar exercícios, uma das primeiras questões que precisamos decidir é qual a modalidade. Existem diversos tipos de atividades físicas para ganhar forma e/ou melhorar sua saúde, cada um com sua particularidade, como para quem é indicado, a complexidade da sua realização e quais seus benefícios. Hoje falaremos sobre uma categoria que resgata as raízes da prática de exercícios e que cada vez é mais utilizada no mundo, o treinamento funcional, e como ele pode ajudar a aumentar a sua saúde.

O que é o treinamento funcional?

O princípio do treinamento funcional é utilizar técnicas mais dinâmicas do que as rotinas padrões das máquinas de academia e trabalhar os músculos e movimentos mais utilizados no nosso dia a dia. Muitas de nossas ações diárias requerem atividades físicas intensas, como o levantamento de peso das compras, a resistência para cuidar de um filho pequeno e o fôlego para subir colinas ou escadas.

Dessa forma, ao fazer exercícios específicos para esses tipos de movimentos, a repetição e dedicação fortalecerão os músculos necessários para facilitar nossa vida. O método principal por trás dela é o uso do peso do próprio corpo para realizar os exercícios, mas sem excluir o uso de acessórios como elásticos, bolas e barras para auxiliar nos movimentos. Você pode aprender melhor sobre as técnicas nos nossos livros sobre treinamento funcional.20

Como o treinamento funcional pode me ajudar?

– Recupera movimentos:

O treinamento funcional é muito utilizado por pessoas mais idosas e/ou que possuam limitações físicas. Como a ideia dessa modalidade é justamente trabalhar as funções do corpo, os exercícios são focados diretamente no problema do aluno. Assim ele poderá resolver uma dor, uma lesão ou uma limitação que hoje atrapalha sua rotina para que tenha mais liberdade nas situações mais básicas da vida.

– Fortalece desde a base:

Toda boa rotina de treinamento funcional começa com exercícios feitos para trabalhar o seu core. Core é o centro de força do nosso corpo, na região abdominal, onde cerca de 30 músculos atuam para suportar a área da pélvis e lombar. É onde nossos movimentos mais amplos se iniciam e nossa gravidade é centrada. Quando o treinamento foca nessa região, você constrói uma base mais sólida, com equilíbrio e postura adequados para aguentar os demais exercícios.

– Aumenta a qualidade de vida:

Uma vez que o treinamento funcional trabalha os músculos adequados para nossa rotina, é possível ganhar muita qualidade de vida. Ele pode te ajudar a ter mais força para carregar pesos, condicionamento para aguentar rotinas mais cansativas e resistência para eliminar as dores cotidianas. Ao estimular o corpo dessa forma você também evita lesões e melhora o funcionamento de órgãos como o coração, características essenciais para nossa longevidade e saúde.

– Representa dinamismo nos exercícios:

Enquanto muitos desistem da academia por ficar “chato”, com cansativas repetições de movimentos nos mesmos equipamentos, não há monotonia no treinamento funcional. Os circuitos de exercícios mudam a cada dia dependendo do que for treinar e podem misturar atividades diferentes, como praticar o equilíbrio em um momento e no seguinte fazer um exercício aeróbico. O uso de acessórios diferentes também permite ações criativas, podendo diversificar bem enquanto trabalha os mesmos músculos.